Por Que Acreditamos em Deus? Derren Brown Explica a Técnica…
Eduardo Vaz (92 artigos)
Compartilhar

Por Que Acreditamos em Deus? Derren Brown Explica a Técnica…

Derren Brown procurou explicações de como técnicas psicológicas podem ser usadas para explicar porque acreditamos em Deus.

Eu já comentei como a Hipnose Conversacional pode ser aplicada de modo fácil, seguindo os TRÊS PASSOS e tendo conhecimento de ESTRATÉGIAS DA HIPNOSE CONVERSACIONAL (clique aqui para ver o vídeo).

Também já falei sobre o fato da aplicação da Hipnose Conversacional na Religião e na Sedução (clique aqui para ver o vídeo).

O que Derren Brown faz nessa performance é por em cheque e aplicar essas técnicas, assim explicando elas de forma a demonstrar que são mecanismos e funcionam de verdade, e que esse mecanismo, essa característica que temos pode nos dar uma experiência religiosa, é uma poderosa experiência com um Deus sem necessidade de sua existência.

O mais incrível é que ela possui diversas aplicações, inclusive no dia-dia, naturalmente se você for uma pessoa que lida com o público em geral você vai gostar desse conteúdo

No vídeo acima, Derren Brown usa técnicas psicológicas para trazer a noção do quão forte e poderosa é a experiência de uma conversão religiosa numa atéia, cientista de célula-tronco, chamada Natalie.

Primeiramente ele trouxe à tona as emoções de Natalie, fazendo-a imaginar um pai perfeito, fazendo-a imaginar a sensação de admiração e, enquanto ele perguntava sobre estas coisas, ela achava as emoções internamente.

Ao perguntar como ela se sentia, Derren Brown batia seus dedos na mesa, ancorando os estados que ela estava eliciando, da mesma forma quando ouve uma música antiga que remete à memórias de outros tempos. Enquanto a mente crítica dela pensava “ele está entediado / ou qualquer outra coisa”, ao mesmo tempo o inconsciente âncorava com as perguntas que ele ia fazendo, elicitando estados.

A cada vez que ele batia os dedos, ele estava associando os sentimentos, igual quando se ouve uma música. Igual quando se termina o relacionamento com alguém e se ouve uma música novamente, anos depois, fazendo você se sentir terrível. É a mesma ideia.

Depois ele inseriu a ideia na Natalie de que a fé poderia ser algo positivo, uma ideia de força maior, sem dizer a palavra DEUS ele foi dando os pensamentos e sentimentos, um de cada vez, enquanto roubava todas as emoções com o bater dos dedos.

Então Derren se levanta e diz à Natalie que ela poderia pegar todas as imagens da cabeça dela, e que, se ela levantasse, ela na verdade atravessaria tudo aquilo na frente dela, ainda Derren diz que algumas pessoas na verdade se levantam e sentem isso. Ela, no caso, continuou sentada.

Derren então bateu os dedos na mesa e deixou ela sugestionada, com o que estava inteiramente no inconsciente dela, para que não fosse algo que esta estivesse pensando sobre e percebesse que era algo natural, pois o subsconciente estava pegando todas as emoções que ele tinha elicitado até então, foi quando ela se levantou e todas as emoções que ela havia dado foram ativadas. Todas em um momento muito poderoso, que é a experiência, basicamente, de uma conversão religiosa.

Mas antes disso tudo, Derren propõe uma conversão satânica em uma platéia que não sabe que está sendo filmada. Você acha que alguém aceitou?

Confira agora o vídeo, e se quiser aprimorar seus conhecimentos sobre hipnose antes ou depois de assistir, recomendo que você acesse essas duas nossas publicações:

Ahhhh antes que me esqueça…

GOSTOU?

 

[epico_capture_sc id=”3712″]

Era isso…

Um grande abraço!!!

Eduardo-Vaz3

Eduardo Vaz

Eduardo Vaz

Bacharel em Direito, Conciliador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, Hipnólogo formado por Olimar Tesser, Practitioner de Hipnose, Estudioso da Área Linguagem Corporal, Microexpressões Faciais, Leitura Fria, Mentalismo, Vidência, Membro da IFGE (The International Foundation for Gender Education), Empreendedor Digital na Área de Marketing Digital e Relações Humanas, Administrador e Colaborador do Site Body Language Brazil.

Comente

Gostou? Deixe Um Comentário! Você pode ser o primeiro a comentar nesse post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu e-mail não aparecerá publicamente. Em hipótese nenhuma compartilharemos ele com terceiros. Preencha os campos marcados com *