É Concurseiro? Recordista Brasileiro de Memória Explica Como Acabar Com a Preguiça Mental
Eduardo Vaz (92 artigos)
Compartilhar

É Concurseiro? Recordista Brasileiro de Memória Explica Como Acabar Com a Preguiça Mental

Opa, hoje vamos falar sobre 6 dicas para acabar com a preguiça mental, do Maior Recordista Brasileiro de Memorização – Renato Alves, e também acerca de um método fantástico de memorização para concurso.

Mas antes, preciso te perguntar:
– Você é uma pessoa preguiçosa mentalmente?


Quantas vezes você já se viu preguiçoso para realizar uma leitura, estudar sobre alguma matéria, ou quem sabe para o tão sonhado concurso público, seja para OAB, Polícia Municipal, Militar, Civil, Federal, ou então para Caixa Econômica Federal, enfim, qualquer concurso…

Essa preguiça mental se instaura, não é? Mesmo você sabendo que isso tudo é muito importante para você…

Mas como podemos lidar com esse hábito que só lhe traz problemas e não te leva adiante?

Como estar disposto para seguir com seus projetos e planos que você deseja para melhorar seu futuro?

Hoje eu quero falar sobre um cara que é brilhante no quesito aprendizado e memorização. Vou dar as dicas de um brasileiro que é EXPERT em aprendizado acelerado e que vai lhe fazer desenvolver a tão sonhada vontade de ler, estudar e se dedicar a algo que você, lá no fundo, sabe que é muito importante para seu desenvolvimento pessoal.

Renato Alves é o nome dele. Renato é o primeiro brasileiro a receber homologação oficial de melhor memória do Brasil pelo Guiness Book, o livro dos recordes nacional. Pasmem, o Renato criou seu próprio método de memorização e ganhou reconhecimento nacional, tendo sido apresentado nos principais jornais, revistas e canais de televisão como Globo, Record e Band. Confira os vídeos abaixo:

[epico_capture_sc id=”4451″]

Sem dúvida alguma Renato tem muito a nos ensinar, principalmente sobre acabar com a nossa preguiça para ler, estudar e memorizar conteúdos, textos, artigos ou qualquer outro conteúdo que precisamos para atingir nossos resultados, seja ir bem em uma prova, passar em um concurso público e etc…

Para começar a mudar de ideia sobre a vontade de estudar, você consegue se lembrar da história da formiga e da cigarra? Enquanto a formiga trabalhava e acumulava alimento para o inverno, a cigarra ficava sentada numa sombra, rindo e tocando gaita. Um dia o inverno chegou, junto com ele o frio e acabou por fazer a seleção natural.

Chega de deixar a preguiça mental tomar conta da sua mente, da sua alma, do seu espírito. Você não pode deixar essa força tomar conta de você, sabe por que? Porque formigas ainda existem!

Na verdade, as formigas que fiz menção acima, são estudantes que exatamente nesse momento estão estudando à finco, mergulhados em pilhas de livro estudando até o talo. São aquelas pessoas que não se preocupam com o novo lançamento da Paula Fernandes, ou com o próximo show do Luan Santana, mas sim com as últimas novidades sobre editais dos concursos. Você consegue imaginar uma formiga em uma balada? Ou então lendo Contigo? As formigas leem as atualidades de concursos e, definitivamente, não arrumam desculpas, buscam solução.

Lembro-me de uma passagem em um dos manuscritos do Renato Alves, esse cara fantástico acima que dedicou sua vida para autodesenvolver seu próprio método de memorização, em que ele dizia o seguinte:

O seu sucesso é você quem faz! Lute contra a preguiça mental porque estará lutando por seu futuro. O mundo está cheio de oportunidades, então pare de olhar a paisagem e agarre logo a sua chance.

Após essa passagem acima, o Renato Alves deu 6 dicas para afastar a preguiça mental das nossas vidas, que eu as classifiquei como 6 Motivos [FORTES] Pelos Quais Você Pode Estar Longe da Sua Aprovação Em Concurso Público, vejamos:

1 → Chame Para Si a Responsabilidade!

Tenha em mente que, se só ganha na loteria quem joga, só passa no vestibular ou concurso quem racha de estudar. Comprometa-se com o seu futuro e faça o que precisa ser feito. SEM RECLAMAR!

shutterstock_109094123_post2

2 → Motive-se

Renato conta em seu curso sobre um dos alunos dele que passou no concurso para a magistratura. Renato perguntou o que mais motivava enquanto estudante. Ele dizia que era ver seu cunhado, promotor de justiça, ganhar 30 mil por mês, tirar férias de 60 dias por ano e licença prêmio de seis meses a cada 5 anos. Esses números o motivaram a seguir firme nos estudos. Qual a sua meta? Escreva NA PAREDE, cole no ESPELHO DO BANHEIRO e alimente-se dela todos os dias.

shutterstock_165551126

3 → Comemore as Vitórias

Hoje você estudou até virar os olhos? Então merece um bom banho, uma meia hora de descanso para depois voltar a estudar mais um pouco. De verdade: quem vence no concurso não é aquele que faz corpo mole, é o que aprende mais rápido, detém mais conhecimento, sabe exatamente o que fazer na hora da prova. Se você está no pelotão do meio ou no final da corrida, então não perca nenhum minuto. Acelere e deixe o descanso para quando estiver colhendo os frutos das jornadas intermináveis de estudo.

shutterstock_FC00082

4 → Não Tenha Medo de Editais e da Quantidade de Materiais, Pois Eles Fazem Parte do Circo Dos Concursos

Você tem que saborear a matéria como um sorvete de morango numa tarde quente de domingo. Escreva na parede: NÃO EXISTE SUCESSO SEM ESFORÇO!!!! Faça um plano de estudo bem elaborado e confiável e siga-o todos os dias RIGOROSAMENTE!

shutterstock_2110224

5 → Você Quer Um Salarião, Não Quer?

Dez, vinte, trinta mil por mês… Você quer um salarião, não quer? Então não ache que vai passar no concurso lendo aquelas apostilas xerocadas super resumidas, ou pescando aqueles vídeos gravados por professores esquisitos no Youtube. Se você é aquela pessoa que só investe em roupas, sapatos, celulares, perfumes e acha um curso de quinhentos reais caro, então está na hora de refletir: será que a aprovação não acontece porque já passou da hora de investir em conhecimento também? Uma boa estratégia de estudo faz você ganhar tempo, economizar energia e aumentar suas chances de aprovação. Clique aqui e veja uma sugestão.

shutterstock_2083477062

6 → Aprenda a amar tudo aquilo que faz

Quando você gosta de estudar você transforma as horas de dedicação em horas de diversão. Evidentemente, para você gostar de estudar você precisa saber estudar, caso contrário não produz, desiste e consequentemente se deixa levar pelo desânimo e pela preguiça mental. Fica a pergunta para não dormir a noite: Afinal de contas, você sabe ou não sabe estudar? Se a resposta for não, corra e resolva logo isso!

Renato2

Bem, quando li essas dicas do Renato, confesso que a minha ficha caiu. Foi exatamente quando eu decidi estudar, quando eu vi que eu precisava ter um método de estudo certo, que eu pudesse realmente ver resultados satisfatórios e verdadeiros.

Memorização Para Concurso

Como o Renato disse, eu tinha que buscar qualidade na informação que eu estava estudando, ou seja, largar de resumos e atalhos, e assim colocar a mão na massa. Foi exatamente o momento em que eu estudei e passei no concurso para Conciliador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

Essas palavras do Renato foram exatamente o estímulo que eu precisava para pensar sobre o que eu queria para mim, refletir, e entender que o meu futuro depende apenas de mim, assim como o seu depende apenas de você.

Se você gostou do que leu acima e deseja aprender técnicas valiosas para estudar, recomendo que você acesse o site do Curso de Memorização e Foco voltado para estudo, criado pelo Renato Alves.

Abaixo você poderá também encontrar um link para o curso que o Renato Alves ministra. Como acima dito, isso é investimento em si, investimento no seu futuro, para acabar de uma vez por todas com a preguiça mental.

O vídeo abaixo apresenta de maneira divertida o curso do Renato Alves, confira:

Conheça aqui o Método Renato Alves – Aprendizagem Acelerada

É isso, espero que as dicas acima para acabar com a preguiça mental sejam valiosas para você dar o pontapé inicial para mudar de vida. Afinal, isso depende somente de você mesmo.

[epico_capture_sc id=”4451″]

 

Fico por aqui…

Um grande abraço!

 

Eduardo-Vaz3

Eduardo Vaz

Eduardo Vaz

Bacharel em Direito, Conciliador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, Hipnólogo formado por Olimar Tesser, Practitioner de Hipnose, Estudioso da Área Linguagem Corporal, Microexpressões Faciais, Leitura Fria, Mentalismo, Vidência, Membro da IFGE (The International Foundation for Gender Education), Empreendedor Digital na Área de Marketing Digital e Relações Humanas, Administrador e Colaborador do Site Body Language Brazil.

Comente

Gostou? Deixe Um Comentário! Você pode ser o primeiro a comentar nesse post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu e-mail não aparecerá publicamente. Em hipótese nenhuma compartilharemos ele com terceiros. Preencha os campos marcados com *