Como Passar Em Concurso? 5 Segredos Assustadoramente Simples do Recordista Brasileiro de Memória
Eduardo Vaz (92 artigos)
Compartilhar

Como Passar Em Concurso? 5 Segredos Assustadoramente Simples do Recordista Brasileiro de Memória

Na última publicação do Renato Alves que fiz aqui, eu falei sobre 6 Dicas Para Você Afastar a Preguiça Mental. Então se você sente preguiça ao abrir um livro para ler e estudar, você pode clicar aqui e conferir essas dicas também do Recordista Brasileiro de Memória…

Renato Alves é o maior recordista de memorização brasileiro e ninguém tem dúvida disto. Se tem, basta clicar aqui e conferir do que ele é capaz… Adoro ler e escrever sobre suas técnicas e métodos de memorização. Cada vez que escrevo penso no concurseiro que está lendo, procurando dicas de como passar em concurso, para que ele possa abstrair um pouco, mesmo sem conhecer técnicas específicas de memorização que ele mais se adapte, e assim reformular alguns pontos do seu modelo de estudo.

Pensando nisso e sabendo da dificuldade que assim como eu muitas pessoas tem em estudar, entender e memorizar, separei 5 Segredos Assustadoramente Simples Para Passar No Seu Concurso. Estas dicas de como passar em concurso são do Recordista Brasileiro de Memória, Renato Alves. Como se sente prestes a conhecê-las?

Renato Alves, recordista brasileiro, conta em seu curso de memorização como ele entrou nesse mundo, até quando ele obteve o título brasileiro de memória. Numa dessas vezes que ele relembrou como tudo começou, ele falou sobre um rapaz chamado Ed Cooke.

Conforme Renato, Ed Cooke morava na Inglaterra, para ser mais exato num hospital daquele país. Cooke fora internado devido a um problema que o impedia de andar. Na flor da idade, tinha apenas 18 anos, não tinha celular, whatsapp, facebook e para espantar o tédio de uma vida no hospital ele resolveu dar uma chance a um presente que ganhara de alguém: um livro de memorização.

ed cookeRenato conta que Cooke devorou aquele livro de memorização por inteiro e que, assim como o próprio Renato, começou a aplicar as técnicas – logo aprimorou outras e acabou também se apaixonando pelo tema. Cinco anos depois, Cooke era um Grande Mestre da Memória. Ele foi capaz de guardar uma sequência de mil dígitos aleatórios em menos de uma hora, a ordem precisa de 56 cartas de 10 baralhos na hora seguinte, e de decorar livros de 700 páginas.

Cooke conseguiu, o próprio Renato conseguiu e como este afirma: NÓS TAMBÉM TEMOS ESSA CAPACIDADE, afinal os cérebros dos grande mnemonistas são EXATAMENTE IGUAIS ao nosso.

A diferença é que Cooke e os outros participantes de campeonatos de memória treinam constantemente para aprimorar sua capacidade. Partindo de princípios simples é possível lembrar quantidades extraordinárias de informação.

Renato Alves afirma que quando o sujeito entende como a memorização funciona, ele começa decorando a lista de compras e termina sabendo a localização e preço de todos os produtos do supermercado. Sem falar, claro, nas vantagens bem palpáveis de lembrar de coisas simples, como saber onde deixou as chaves, a extremamente complexas como o conteúdo daquela prova de vestibular ou concurso. Renato é categórico SEMPRE em afirmar:

Não existe memória ruim, e sim memória não treinada.

Bem, já vimos como é importante treinarmos a nossa memória, pois passar em vestibular e concursos públicos requerem que você esteja com o conhecimento armazenado de forma treinada para, quando precisar, lembrá-los e caprichar na hora de realizar uma prova. Naturalmente, porque estar com a sua memória treinada é o que separa você da sua aprovação ou eliminação.

Mas Edu, você que fez o curso do Renato, poderia dizer alguns segredos para eu ser aprovado no concurso que vou fazer?

Os 5 Segredos abaixo do Renato Alves foram extraídos do seu curso: Memória 360º, qual ensina você exatamente como estudar, se preparar e memorizar qualquer matéria necessária para seu ingresso seja em universidade ou órgão público.

Lembro-me quando estava procurando um curso de memorização antes de ser aprovado no teste para conciliador do TJPR, e notei que a maioria dos cursos de memorização não tinham foco na memorização como aprendizagem, que seria um diferencial para quem quer ingressar em um órgão público por meio de provas e títulos, e esse é um detalhe que a gente percebe somente depois que já fez 5, 6 outros cursos para desenvolver a memória.

Entretanto, quando bati o olho no curso do Renato eu sabia que era o que eu precisava na hora, isto porque o conteúdo do Curso de Memorização do Renato Alves é exclusivamente voltado para aprendizagem e aprovação em concursos (se tiver interesse em conhecer basta clicar aqui).

Mas chega de papo e vamos aos 5 Segredos Assustadoramente Simples do Renato Alves Para Passar No Concurso? Leia-os na sequência…

 

Segredo 1 ➜ Parcele os Estudos

shutterstock_235616536

Você sabia que esquece metade do que aprendeu só na primeira hora após aprender? Isso se chama a “curva do esquecimento”. Para previnir, Renato Alves em seu curso sugere o estudo parcelado. Renato afirma que devemos pegar o tempo que temos até a hora da prova e dividir o conteúdo em 10 partes, dando o mesmo intervalo entre as 10 sessões de estudo. Assim, você só aciona o cérebro quando ele está pronto para reter novas informações.

 

Segredo 2 ➜ Utilize a Técnica de Confirmação

reciclagem_shutterstock_171671516

Lembre enquanto aprende. Renato afirma que essa regra já foi comprovada por vários estudos de Universidades americanas. Renato Alves afirma também que o recomendado é que feche o livro a cada duas páginas lidas e tente recordá-las. No curso que ele ministra ele chama essa técnica de “Confirmação de Conteúdo”.

 

Segredo 3 ➜ Durma Após o Almoço

130131170125_shutterstock-6794705812

Tire um cochilo após o almoço. É, isso mesmo que você acabou de ler… Renato Alves afirma que existem estudos que comprovam que cochilar à tarde ajuda a melhorar a memória. Quem diria, né? Ok, difícil é encontrar alguém com este privilégio, mas se tiver oportunidade, faça isso!

 

Segredo 4 ➜ Mude a Fonte do Material

shutterstock_230705539222

Mude a fonte do computador. Renato Alves afirma que memorizamos melhor a informação que lemos em fontes que não estamos acostumados ou são difíceis de ler. A explicação que Renato dá é que a dificuldade do processamento das letras não familiares teria como efeito colateral facilitar o armazenamento daquela informação. Uma sugestão? Mude o texto para fonte “Comic Sans”.

 

Segredo 5 ➜ Pule Etapas

shutterstock_77221225222

Você não precisa ficar quebrando a cabeça para aprender as melhores estratégias de memorização. Você pode pular etapas focando naquilo que está dando certo. Como? Invista em um bom curso de memorização. Um curso que trate com o respeito e responsabilidade que ele merece.

Claro que as dicas acima não esgotam nem um centésimo do que o curso do Renato Alves agrega ao nosso conhecimento. Mas óbvio que já dá para parar e pensar no rumo em que as coisas andam quando você começa a estudar…

Se você tem vontade de entrar para o clube das pessoas que usam a memória com inteligência, basta acessar o site do Renato Alves (basta clicar aqui). Lá você encontra todas as informações que necessita.

Como Renato Alves diz:

Sua memória é o cofre mais seguro que existe. Confie!

Bem, era isso o que tinha para te apresentar.

Qualquer informação que desejar saber sobre o curso do Renato Alves qual me ajudou a passar para Conciliador no TJPR basta clicar aqui

Sem dúvida é um investimento para a vida inteira!

[epico_capture_sc id=”4451″]

Se você quer ler 6 Dicas Para Você Afastar a Preguiça Mental não precisa retornar ao topo. Então se você sente preguiça ao abrir um livro para ler e estudar, você pode clicar aqui e conferir essas dicas também do Recordista Brasileiro de Memória…

Um grande abraço e espero que tenha sido produtivo!

Até a próxima…

 

Eduardo Vaz

Eduardo Vaz

Bacharel em Direito, Conciliador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, Hipnólogo formado por Olimar Tesser, Practitioner de Hipnose, Estudioso da Área Linguagem Corporal, Microexpressões Faciais, Leitura Fria, Mentalismo, Vidência, Membro da IFGE (The International Foundation for Gender Education), Empreendedor Digital na Área de Marketing Digital e Relações Humanas, Administrador e Colaborador do Site Body Language Brazil.

Comente

Gostou? Deixe Um Comentário! Você pode ser o primeiro a comentar nesse post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu e-mail não aparecerá publicamente. Em hipótese nenhuma compartilharemos ele com terceiros. Preencha os campos marcados com *