Leitura Fria do Comportamento – The Sherlock Test
Luiz Carlos (20 artigos)
Compartilhar

Leitura Fria do Comportamento – The Sherlock Test

Opa, Luiz Carlos aqui e eu fico muito feliz em poder dividir este conhecimento com você. É um sonho realizado falar de Leitura Fria para quem realmente está decidido a aprender.

Antes de mais nada, se você procura por frases para Leitura Fria sugiro que conheça o material 101 Frases de Leitura Fria, escrito pelo Edu Vaz aqui do Body Language Brazil. Lá ele explora mais de 100 frases que quando usadas corretamente você chega ao efeito Barnum/Forer. Um projeto bem interessante e recomendado para todos que querem ter em mãos frases potentes para realizar leitura fria. Caso queira conhecer clique aqui

Hoje vamos tratar da Leitura Fria de determinado COMPORTAMENTO. Mas antes eu preciso te fazer uma pergunta:

E se você pudesse captar inúmeras informações sobre alguém em minutos, sem dizer uma palavra. Como seria?

Este é o poder do Sherlock Test. Essa técnica é a base da observação perspicaz, é uma forma de se começar a estudar a ciência da dedução do Sherlock Holmes.

Assista o vídeo logo abaixo…

Como a ideia aqui é explicar apenas a parte comportamental, focaremos apenas nesse sentido…

 

 

PRINCÍPIO DA LEITURA FRIA
DOS COMPORTAMENTOS

­

­

­

O Sherlock Test se baseia no seguinte princípio:

Nossos comportamentos, uma vez aprendidos, transformam-se em padrões repetitivos, ou seja, se você é uma pessoa extrovertida agora, certamente já manifestou este mesmo comportamento várias vezes no passado. Cabe a quem realizar a leitura fria de comportamento deduzir quando e como isto aconteceu.

 

MÉTODO DE 3 PASSOS SIMPLES

­

­

­

I. Identifique Um Comportamento

  • A pessoa tem uma fala doce e suave?
  • Se veste de maneira provocante?
  • Faz muitas perguntas?
  • Tem algum “tique” nervoso?

 

Use qualquer comportamento que desejar.

 

II. Faça Uma Única Pergunta Para Si Mesmo

Onde este comportamento já se repetiu no passado desta pessoa?

No caso do vídeo que assistimos acima, Sherlock observou o “mancar” do Sr. Watson (dentre outras coisas).

 

III. Use a “Máquina do Tempo” (DEDUÇÃO)

Logo depois, Sherlock transportou o comportamento do Sr. Watson para uma situação passada (“máquina do tempo”). Se o “mancar” é psicológico, ele provavelmente frequentou sessões de terapia.

Não tem segredo, agora você pode investigar mentalmente o comportamento das pessoas e fazer deduções extraordinárias.­

DICA ADICIONAL

­

­

­

Não fale tudo o que perceber sobre o passado das pessoas. Isso pode ser ofensivo – seja sutil e vá devagar. Treine bastante!­­

 

EXERCÍCIO

­

­

Pense em uma pessoa que você já conhece. Escolha um comportamento qualquer e pergunte-se:

Onde este comportamento já se repetiu no passado dessa pessoa?

Tire suas conclusões.

Acostume-se a fazer esse tipo de dedução.

Incorpore o Sherlock Test no seu dia a dia.

Confira Muito Mais Sobre Leitura Fria!

[wpajax]

Luiz Carlos

Luiz Carlos

Mentalist Trainer, Practitioner Internacional Em Programação Neurolinguística, Hipnólogo, Life Coach, Especialista Em Habilidade Social e Facilitador De Processos De Aprendizagem, Criatividade, Liderança e Vendas.

Comente

  1. Luan Carlos
    Luan Carlos julho 15, 16:43
    Ótimo material.
  2. Luiz Carlos
    Luiz Carlos Author julho 20, 14:12
    Fico muito feliz que tenha gostado Luan! O que precisar, entre em contato conosco. Abraços.

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu e-mail não aparecerá publicamente. Em hipótese nenhuma compartilharemos ele com terceiros. Preencha os campos marcados com *