Guia Definitivo – 13 Pressupostos Básicos da PNL
pnl1
As 13 pressuposições são os princípios centrais da PNL, sua filosofia orientadora, suas “crenças”. Esses princípios não são com certeza verdadeiros ou universais. Não é necessário acreditar que sejam verdadeiros. São denominadas “pressuposições” porque você as pré-supõe como sendo verdadeiras e depois age como se o fossem. Basicamente, formam um conjunto de princípios éticos para a vida. Confira aqui com a gente e entenda um pouco mais sobre PNL. Vamos lá!
 

1. As pessoas respondem a sua experiência, não a realidade em si.

Não sabemos o que é realidade. Nossos sentidos, nossas crenças e nossa experiência passada nos dão um mapa do mundo a partir do qual podemos operar, mas um mapa jamais pode ser inteiramente preciso. caso contrário, seria igual ao terreno que abrange. Não conhecemos o território, portanto para nós o mapa é o território. Alguns mapas são melhores do que outros para nos orientar pelo caminho. Navegamos pela vida como um navio em mar revolto; desde que o mapa nos aponte os principais perigos, estaremos bem. Quando os mapas são falhos, corremos perigo de encalhar. A PNL é a arte de mudar esses mapas para que tenhamos maior habilidade de ação.
 
2. Ter uma escolha ou opção é melhor do que não ter uma escolha ou opção. 
Procure ter um mapa que lhe dê o maior número de escolhas. Aja sempre de forma a aumentar a escolha. Quanto mais escolhas tiver, mais livre estará e mais influência terá.
 
3. As pessoas fazem a melhor escolha que podem no momento.
Uma pessoa sempre faz a melhor escolha que pode, dados seus mapas do mundo. A escolha pode ser autoderrotadora, bizarra ou má, mas, para ela, parece ser o melhor caminho a seguir. Ofereça-lhe uma escolha melhor e a adotará. Melhor ainda, dê a ela um mapa melhor e com mais opções.
 
4. As pessoas funcionam perfeitamente.
Ninguém é errado ou quebrado. Estamos todos executando nossas estratégias com perfeição, mas as estratégias podem ser mal projetadas e ineficazes. Descubra como você e os outros funcionam, para que uma estratégia possa ser modificada para algo mais útil e desejável.
 
5. Todas as ações tem um propósito.
Nossas ações não são aleatórias; estamos sempre tentando realizar algo, embora possamos não ter consciência do que estamos tentando fazer.
 
6. Todo comportamento possui uma intenção positiva.
Todas as nossas ações têm pelo menos um propósito – realizar algo que valorizamos e que nos beneficie. A PNL separa a intenção por trás de uma ação em si. Uma pessoa não é seu comportamento. Quando uma pessoa tem uma melhor escolha de comportamento que também realize sua intenção positiva, a seguirá.
 
7. A mente inconsciente contrabalança a consciente; ela não é maliciosa.
O inconsciente é tudo aquilo que não está no consciente no momento presente. Contém todos os recursos que necessitamos para vivem em equilíbrio.
 
8. O significado da comunicação não é simplesmente aquilo que você pretende, mas também a resposta que obtém.
Essa resposta pode ser diferente da resposta que você queria, mas não há falhas na comunicação, apenas respostas e feedback. Se não estiver obtendo o resultado que deseja, mude o que está fazendo. Assuma a responsabilidade pela comunicação.

9. Já temos todos os recursos que necessitamos ou então podemos criá-los.
Não existem pessoas desprovidas de recursos, apenas estados mentais desprovidos de recursos.

10. Mente e corpo formam um sistema. São expressões diferentes da mesma pessoa. 
Mente e corpo interagem e se influenciam mutuamente. Não é possível realizar uma mudança em um sem que o outro seja afetado. Quando pensamos de forma diferente, nossos corpos mudam. Quando agimos de forma diferente, modificamos nossos pensamentos e sentimentos.
 
11. Processamos todas as informações através dos nossos sentidos.
O desenvolvimento de seus sentidos para que se tornem mais aguçados lhes dá melhores informações e o ajuda a pensar de forma mais clara.
 
12. Modelar desempenho bem-sucedido leva à excelência.
Se uma pessoa pode fazer alguma coisa, é possível modelá-la e ensiná-la a outros. Assim, todos podem aprender a obter resultados melhores de sua própria maneira. Você não se torna um clone da pessoa que está modelando – você aprende com ela.
 
13. Se quiser compreender, aja.
O aprender está no fazer.

 

Fontes:
Manual de Programação Neurolinguística – Joseph O’Connor

Keywords: hipnose, hipinose, pnl, programação neurolinguística, 13 pressupostos básicos da pnl, pressupostos básicos da pnl, body language brazil, princípios éticos para vida, Manual de Programação Neurolinguística pdf, Joseph O’Connor.