Insegurança: Como Identificar na Linguagem Corporal?
Hogan afirma, em seu livro: “A Linguagem Secreta dos Negócios”, best-seller do New York Times, que existem seis principais grupos sociais de sinais emitidos pela linguagem corporal.

A linguagem corporal da insegurança é um desses grupos de sinais.
 
Para Hogan, a linguagem corporal que revela insegurança em geral não deixa dúvidas. A pessoa nessa situação mostra-se hesitante e sem convicção em relação a algo. Os sinais não verbais clássicos são os movimentos de olhos e os gestos hesitantes.

[epico_capture_sc id=”4451″]

MOVIMENTOS COM OS OLHOS

É provável que você já tenha feito isso centenas ou milhares de vezes durante a vida. Você não tem certeza sobre qual caminho deve seguir e por isso os seus olhos se movem o tempo todo, em busca de uma placa ou indicação sobre o caminho correto. Ou combina de encontrar um amigo em um café, mas quando chega ele não está lá. Será que errou o lugar? Sua reação é examinar o local, observando os rostos e atento à porta, na esperança de que seu amigo apareça e desfaça as incertezas. Nessa pegadinha, em que se muda a realidade da pessoa e ela se sente insegura sobre a aparição do Ivo Holanda, pode-se observar pelo movimento dos olhos a linguagem corporal da insegurança:

 


Esse comportamento não-verbal é bastante comum em quase todos os aeroportos. Conforme os passageiros saem do avião, quem não tem familiaridade com o aeroporto começa a olhar ao redor, em busca de algo que informe sobre a direção certa. Pode ser uma placa indicando o setor de retirada de bagagens ou uma orientação sobre o portão do vôo de conexão. É possível perceber quando essa informação é encontrada, pois os olhos deixam de percorrer o ambiente e se concentram em uma direção específica.
 

As pessoas sem certeza quando ao destino percorrem o ambiente com olhar em busca de informações, mas é provável que também tenham revelado sinais de hesitação. Podem dar um ou dois passos em uma direção e parar, então mais um ou dois passos em outra direção, até que aos poucos seus passos se transformem em um trajeto cada vez mais firme, conforme a certeza aumenta.

 

[epico_capture_sc id=”4451″]

GESTOS HESITANTES

Trata-se de uma definição geral para descrever os movimentos sem firmeza ou objetivo. Quando nos sentimos inseguros, o mais provável é adiarmos a tomada de decisões e passarmos a agir com mais cautela e atenção, tentando descobrir o caminho. Isso pode se traduzir em passos menores e irregulares em uma ou mais direções; em uma acomodação nervosa em uma cadeira; no tom de voz irregular ou até mesmo no tremor e suor das mãos.
 

Outro exemplo: você já viu alguém pular do trampolim em uma piscina pela primeira vez? Não faltam gestos de hesitação nessa situação, talvez começando com várias tentativas de idas e vindas. A subida até o trampolim pode ser feita devagar, com tendência a apertar firme o corrimão. A distância até a ponta é calculada com cuidado. Se a pessoa está especialmente insegura com o gesto, pode recuar e voltar várias vezes, procurando na mente a certeza e a confiança que permitam fazer o salto.

 

A insegurança pode aparecer também em situações em que se deve agir rapidamente, como numa entrevista de emprego. Isto é, exige-se da pessoa que saiba reagir de modo correto diante de adversidades, assim como nesse teste seletivo abaixo, da Heineken, em que se coloca o candidato em meio às muitas adversidades para ver o quanto ele se entrega ao momento e toma decisões éticas. Confira!

 


Pode-se dizer que na paquera isso também acontece. A insegurança é provocada porque o sentimento da rejeição aparentemente se demonstra mais forte que o sentimento do acerto, da confiança. Assim, antes de um homem chegar numa mulher, provavelmente ele traga à sua lembrança os momentos de rejeição e os comportamentos quanto a isso (insegurança). Também pode se observar essa constatação, a partir de uma proposta indecente feita ao acaso.

Abaixo segue um vídeo de Mystery, um grande sedutor norte-americano, que compara se aproximar de uma mulher como se jogar numa piscina gelada. Ainda, dá dicas para você ter mais autoconfiança. Confira! (basta ativar as legendas).

 


Bem, é isso…

Espero que tenha gostado…

Um grande abraço…

 

Fonte:
Kevin Hogan – A Linguagem Secreta dos Negócios 
Eduardo-Vaz3