Hipnose e PNL Conversacional – Como Interpretamos a Pergunta “Por Que?”

INTRODUÇÃO

Opa, Edu Vaz aqui e hoje quero te falar um pouco sobre Hipnose e PNL Conversacional. Mas para começarmos tenho que te fazer uma pergunta: Você sabia que perguntar “Por Que?” pode ser bem hipnótico? Sim, se você não conhece a função da pergunta “Por Que?” para a Hipnose e PNL Conversacional, continue lendo essa postagem…

Como complementação do seu estudo, vale a leitura inclusive da publicação: APRENDA A PROVOCAR O TRANSE HIPNÓTICO DURANTE UMA CONVERSA (clique aqui para ler). Lá em menos de 3 (três) minutos você vai ter 1 (um) dos exemplos mais simples e eficazes de como hipnotizar uma pessoa. Claro que essa é só a pontinha do iceberg… Vamos ao que interessa por aqui?

Certamente você já presenciou uma conversa qual uma pessoa diz: “Estou chateado.” e a outra diz: “É mesmo? Por Que?”. Isso é muito comum.  Ou mesmo quando uma pessoa diz: “Hoje foi um dia péssimo.” e logo em seguida, de forma instintiva, a outra pessoa diz: “Ué… Por Que?”. Saiba que muitas vezes quando perguntamos para uma pessoa “Por Que?” estamos podendo ajudar ou atrapalhar ela nos processos recursos que ela passa a acessar e eliciar. Vejamos…

HIPNOSE E PNL: COMO INTERPRETAMOS A PERGUNTA “POR QUE?”

O “POR QUE?” elicia JUSTIFICATIVAS, isso você já deve saber. Se você pergunta “POR QUE?” numa situação, o cérebro da outra pessoa começa a buscar uma resposta IMEDIATAMENTE. Nosso cérebro foi programado para buscar respostas e significados. Se eu perguntar a você agora: “Por que está lendo essa postagem?” O seu cérebro começará a buscar uma resposta automaticamente, quase instintivamente.

O contrário também é verdadeiro. Se uma pessoa diz: “Estou de bem com a vida!” e você pergunta “POR QUE?”, estará REFORÇANDO aquele estado emocional. A outra pessoa naturalmente vai buscar JUSTIFICATIVAS (internas) sobre aquilo que está sentindo, é um processo natural.

Sendo assim, o “POR QUE?” pode ser usado para eliciar JUSTIFICATIVAS e REFORÇAR o que uma pessoa já está sentindo. Quando isso acontece, a outra pessoa cria imagens, sons e sensações internas que correspondem a essas justificativas e isso reforça o estado emocional em que aquela pessoa está, seja ele qual for.

No momento em que você fizer a perguntinha mágica, a pessoa terá de voltar a atenção para dentro de si mesma, enquanto procura por respostas e justificativas para sua pergunta. Essa atenção voltada única e exclusivamente para dentro, é o que chamamos de transe naturalístico.

No curso “101 Scripts de Hipnose Conversacional” nós aprofundamos em mais de 50 áudios explicativos sobre perguntas capazes de eliciar sentimentos, trazer a mente das pessoas significados sobre o modelo de mundo dela, bem como eliciar recursos para uma mudança positiva. Tudo isso por meio da Hipnose e PNL… Não é demais? (clique aqui para conhecer e garantir sua inscrição com 80% de desconto!).

E aí? E se você usasse este padrão para eliciar estados emocionais positivos nas outras pessoas, como seria?

Pense nisso enquanto lê o exemplo…

Exemplo

Você está pertinho de um colega de trabalho e vocês iniciam uma conversa quando ele te diz:

Colega: “Puxa… Tô desanimado com este emprego… Pensando seriamente em explodir com o diretor geral!” (Ele está num estado de desânimo, raiva…)

Você: “Eu entendo… (acompanhando) e consigo me lembrar de quando vocês se davam super bem, naquela época que se conheceram…(conduzindo)… POR QUE vocês se davam tão bem naquela época? (Eliciando Justificativas Internas e Reforçando o Estado Positivo).

** Quando o colega começar a JUSTIFICAR interna e externamente o PORQUE dele e o diretor se entenderem tão bem naquele tempo, vai entrar num ESTADO POSITIVO, quase que de imediato…

Você pode perceber o PODER desta pergunta tão simples?

Talvez agora você passe a perguntar “Por Que?” de forma diferente, não?

Espero que tenha sido valioso…

Um grande abraço!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *